jusbrasil.com.br
22 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT : 1003535-05.2021.8.11.0000 MT

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
há 8 meses
Detalhes da Jurisprudência
Processo
1003535-05.2021.8.11.0000 MT
Órgão Julgador
Primeira Câmara de Direito Privado
Publicação
07/06/2021
Julgamento
25 de Maio de 2021
Relator
JOAO FERREIRA FILHO
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO DE COBRANÇA - COMISSÃO DE CORRETAGEM PELA INTERMEDIAÇÃO PARA VENDA DE IMÓVEL RURALCONTRATO VERBALLEGITIMIDADE PASSIVA – FILHO DO PROPRIETÁRIO DO IMÓVEL QUE CONTACTOU O CORRETOR PARA NOTICIAR O INTERESSE NO GENITOR NA ALIENAÇÃO DO BEM IMÓVEL – ILEGITIMIDADE PASSIVA RECONHECIDALEGITIMIDADE DO VENDEDOR/PROPRIETÁRIO DO BEM IMÓVEL – ART. 722 DO CC – DECISÃO MANTIDA – RECURSODESPROVIDO.

A responsabilidade pelo pagamento comissão de corretagem é do vendedor, salvo se o contrário for convencionado (CC, art. 724), não podendo o filho do proprietário do imóvel, supostamente negociado graças a intermediação do corretor, ser convocado ao polo passivo da ação de cobrança da comissão ajuizada pelo corretor contra o proprietário do bem, apenas porque o filho informou ao corretor o interesse do pai em vender o imóvel.
Disponível em: https://tj-mt.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1228010970/10035350520218110000-mt

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT : 1003535-05.2021.8.11.0000 MT

Tribunal de Justiça do Estado da Bahia
Jurisprudênciahá 9 meses

Tribunal de Justiça do Estado da Bahia TJ-BA - Recurso Inominado : RI 0005224-91.2019.8.05.0274

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível : AC 70078566247 RS