jusbrasil.com.br
15 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Apelação: APL XXXXX-03.2010.8.11.0092 73031/2010

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
há 12 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL

Publicação

Julgamento

Relator

DES. ALBERTO FERREIRA DE SOUZA

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-MT_APL_00004000320108110092_c1a25.pdf
RelatórioTJ-MT_APL_00004000320108110092_63bb4.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CRIMINAL - FURTO QUALIFICADO EM CONTINUIDADE DELITIVA [ART. 155,§ 4º, INC. I, C/C ART. 71, CAPUT, AMBOS DO CP] - IRRESIGNAÇÃO DEFENSIVA - 1. NULIDADE DO FLAGRANTE - INVIABILIDADE - EVENTUAIS IRREGULARIEDADES RESTAM SUPERADAS COM O OFERECIMENTO E RECEBIMENTO DA DENÚNCIA - 2. EXCLUSÃO DA CONTINUIDADE DELITIVA - INADMISSIBILIDADE - CONJUNTO PROBATÓRIO ROBUSTO A REVELAR QUE O APELANTE FOI AUTOR DE AMBOS OS DELITOS COMETIDOS NAS MESMAS CONDIÇÕES DE TEMPO, LUGAR E MODO DE EXECUÇÃO - 4. EXCLUSÃO DA AGRAVANTE DE REINCIDÊNCIA - APLICAÇÃO DE ATENUANTES - SUBSTITUIÇÃO DE PENA PRIVATIVA DE LIBERDADE POR RESTRITIVAS DE DIREITO - IMPOSSIBILIDADE - REINDÊNCIA DEMONSTRADA - INEXISTÊNCIA DE CIRCUNSTÂNCIAS ATENUANTES - NÃO PREENCHIMENTO DOS REQUISITOS DO ART. 44 DO CP -DESPROVIMENTO DO RECURSO.

1. O oferecimento e conseqüente recebimento da denúncia, supera eventuais irregularidades que possam, em tese, constar do auto de prisão em flagrante.
2. Há provas contundentes de que os furtos foram praticados pelas mesmas condições de tempo, lugar, maneira de execução e outras semelhantes, por, no mínimo, duas vezes, devendo, pois, ser mantido o aumento decorrente da continuidade delitiva.
3. A pena deve ser mais gravosa para aquele que renite na prática criminosa, colocando em risco a ordem social, bem como por demonstrar a sua incapacidade de aceitação das normas regentes do convívio gregário. 5. Na espécie não se faz presente qualquer circunstância idônea ao abrandamento da pena. 6. A substituição de pena privativa de liberdade por restritiva de direitos, se afigura interdita à míngua de preenchimento dos requisitos postos no art. 44 do CP. (Ap 73031/2010, DES. ALBERTO FERREIRA DE SOUZA, SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL, Julgado em 20/10/2010, Publicado no DJE 08/11/2010)
Disponível em: https://tj-mt.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/328590670/apelacao-apl-4000320108110092-73031-2010

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF - APELAÇÃO CRIMINAL: APR XXXXX DF