jusbrasil.com.br
28 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Mandado de Segurança: MS 008XXXX-21.2015.8.11.0000 81084/2015

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
há 7 anos

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

TURMA DE CÂMARAS CÍVEIS REUNIDAS DE DIREITO PÚBLICO E COLETIVO

Publicação

12/11/2015

Julgamento

5 de Novembro de 2015

Relator

DESA. NILZA MARIA PÔSSAS DE CARVALHO

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-MT_MS_00810842120158110000_fdeff.pdf
RelatórioTJ-MT_MS_00810842120158110000_73152.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

MANDADO DE SEGURANÇACONCURSO PÚBLICOPRELIMINARAUSÊNCIA DE INTERESSE DE AGIRAFASTADAILEGIMITIDADE PASSIVA DA REITORIA DA UNEMATAFASTADAMÉRITO – CANDIDATO APROVADO FORA DO NÚMERO DE VAGAS (CADASTRO DE RESERVA) – REALIZAÇÃO DE PROCESSO SELETIVO DURANTE A VIGÊNCIA DO CONCURSO PÚBLICO - IMPETRAÇÃO DURANTE O PRAZO DE VALIDADE - EXPECTATIVA DE DIREITO - ALEGAÇÃO DE SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS - PRETERIÇÃO CONFIGURADA - DIREITO LÍQUIDO E CERTO À NOMEAÇÃO E POSSESEGURANÇA CONCEDIDA. “[.] 1. MANDADO DE SEGURANÇACONCURSO PÚBLICOPRELIMINARAUSÊNCIA DE INTERESSE DE AGIRAFASTADAILEGIMITIDADE PASSIVA DA REITORIA DA UNEMATAFASTADAMÉRITO – CANDIDATO APROVADO FORA DO NÚMERO DE VAGAS (CADASTRO DE RESERVA) – REALIZAÇÃO DE PROCESSO SELETIVO DURANTE A VIGÊNCIA DO CONCURSO PÚBLICO - IMPETRAÇÃO DURANTE O PRAZO DE VALIDADE - EXPECTATIVA DE DIREITO - ALEGAÇÃO DE SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS - PRETERIÇÃO CONFIGURADA - DIREITO LÍQUIDO E CERTO À NOMEAÇÃO E POSSESEGURANÇA CONCEDIDA. “[.] 1.

MANDADO DE SEGURANÇACONCURSO PÚBLICOPRELIMINARAUSÊNCIA DE INTERESSE DE AGIRAFASTADAILEGIMITIDADE PASSIVA DA REITORIA DA UNEMATAFASTADAMÉRITO – CANDIDATO APROVADO FORA DO NÚMERO DE VAGAS (CADASTRO DE RESERVA) – REALIZAÇÃO DE PROCESSO SELETIVO DURANTE A VIGÊNCIA DO CONCURSO PÚBLICO - IMPETRAÇÃO DURANTE O PRAZO DE VALIDADE - EXPECTATIVA DE DIREITO - ALEGAÇÃO DE SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS - PRETERIÇÃO CONFIGURADA - DIREITO LÍQUIDO E CERTO À NOMEAÇÃO E POSSESEGURANÇA CONCEDIDA. “[.] 1. MANDADO DE SEGURANÇACONCURSO PÚBLICOPRELIMINARAUSÊNCIA DE INTERESSE DE AGIRAFASTADAILEGIMITIDADE PASSIVA DA REITORIA DA UNEMATAFASTADAMÉRITO – CANDIDATO APROVADO FORA DO NÚMERO DE VAGAS (CADASTRO DE RESERVA) – REALIZAÇÃO DE PROCESSO SELETIVO DURANTE A VIGÊNCIA DO CONCURSO PÚBLICO - IMPETRAÇÃO DURANTE O PRAZO DE VALIDADE - EXPECTATIVA DE DIREITO - ALEGAÇÃO DE SURGIMENTO DE NOVAS VAGAS - PRETERIÇÃO CONFIGURADA - DIREITO LÍQUIDO E CERTO À NOMEAÇÃO E POSSESEGURANÇA CONCEDIDA. “[...] 1. O candidato aprovado fora do número de vagas previsto no edital possui mera expectativa à nomeação, apenas adquirindo esse direito caso haja a comprovação do surgimento de novas vagas durante o prazo de validade do concurso público, bem como o interesse da administração no seu preenchimento. 2. A contratação temporária fundamentada no art. 37, IX, da Constituição da Republica não implica necessariamente o reconhecimento de haver cargos efetivos disponíveis. Nesses casos, a admissão no serviço ocorre em decorrência de situações marcadas pela transitoriedade e excepcionalidade, devendo ser justificadas pelo interesse público. 3. Por outro lado, a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal orienta que "o candidato aprovado em concurso público não pode ter sua nomeação preterida em razão da contratação temporária de pessoal, dentro do prazo de validade do concurso" ( ARE 648980/MA,Rel. Min. Cármen Lúcia, Primeira Turma, julgado em 04/10/2011, DJe25/10/2011). 4. A Segunda Turma deste Superior Tribunal de Justiça passou a considerar que a contratação precária de profissionais durante o prazo de validade do concurso, principalmente no caso dos professores, por executarem atividade essencial prestada pelo Estado, convola a expectativa de direito dos aprovados em direito subjetivo à nomeação. Precedente: RMS 34794/MA, Rel. Min. Mauro Campbell Marques, DJe 14/02/2012.5. Agravo regimental não provido”. (STJ - AgRg no RMS: 36811 MA 2011/0304551-1, Relator: Ministro CASTRO MEIRA, Data de Julgamento: 19/06/2012, T2 - SEGUNDA TURMA, Data de Publicação: DJe 03/08/2012) (MS 81084/2015, DESA. NILZA MARIA PÔSSAS DE CARVALHO, TURMA DE CÂMARAS CÍVEIS REUNIDAS DE DIREITO PÚBLICO E COLETIVO, Julgado em 05/11/2015, Publicado no DJE 12/11/2015)
Disponível em: https://tj-mt.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/366107800/mandado-de-seguranca-ms-810842120158110000-81084-2015

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT: 100XXXX-54.2021.8.11.0000 MT

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Remessa Necessária: 002XXXX-95.2014.8.11.0041 MT

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 4 meses

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT: 100XXXX-28.2021.8.11.0000 MT

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 7 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Mandado de Segurança: MS 007XXXX-34.2014.8.11.0000 MT

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - MANDADO DE SEGURANÇA CÍVEL: MS 100XXXX-93.2016.8.11.0000 MT