jusbrasil.com.br
27 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - CÂMARAS ISOLADAS CRIMINAIS: 10150036820188110000 MT

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
há 3 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
10150036820188110000 MT
Órgão Julgador
SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL
Publicação
20/02/2019
Julgamento
6 de Fevereiro de 2019
Relator
ALBERTO FERREIRA DE SOUZA
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-MT__10150036820188110000_ffaed.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

HABEAS CORPUSCRIME DE ESTUPRO DE VULNERÁVEL MAJORADO EM CONTINUIDADE DELITIVAINDEFERIMENTO DO PEDIDO DE REVOGAÇÃO DA PRISÃO PREVENTIVAINCONFORMISMO – ALEGADA A INSUBSISTÊNCIA DOS REQUISITOS AUTORIZADORES DA CUSTÓDIA CAUTELAR – IMPERTINÊNCIA – PRISÃO PREVENTIVA DECRETADA PARA GARANTIR A CONVENIÊNCIA DA INSTRUÇÃO CRIMINAL – AMEAÇAS E INTIMIDAÇÕES DIRIGIDAS A FAMILIARES DA OFENDIDAPEDIDO DE FIXAÇÃO DE MEDIDAS CAUTELARES DIVERSASDESCABIMENTO – INOPERÂNCIA DAS MEDIDAS PARA O RESGUARDO DA APURAÇÃO DOS FATOS DELITIVOS – CONDIÇÕES PESSOAIS FAVORÁVEISIRRELEVÂNCIAPEDIDO DE CONCESSÃO DE PRISÃO DOMICILIARCABIMENTO – PACIENTE IDOSO ACOMETIDO POR NEOPLASIA MALIGNA, EM TRATAMENTO JUNTO A HOSPITAL DE EXCELÊNCIA EM OUTRO ESTADO DA FEDERAÇÃO – PRINCÍPIO DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA E DO DIREITO FUNDAMENTAL À SAÚDE – INCIDÊNCIA DO ART. 318, II, DO CPPCONSTRANGIMENTO ILEGAL CONFIGURADOORDEM CONCEDIDA.

1. Sem olvidar do caráter rebus sic stantibus da custódia preventiva (art. 316 do CPP), não há falar em insubsistência da custódia quando tenha sido esta decretada para a conveniência da instrução criminal (art. 312 do CPP) e permanecer íntegro o substrato fático que lhe confere legitimidade, considerando as ameaças e intimidações dirigidas a familiares da vítima.
2. Inviável a aplicação de medidas cautelares diversas da prisão quando presentes elementos que afastam sua operacionalidade e eficácia, sobretudo em vista de se fazer necessária a prisão preventiva diante do risco à instrução criminal decorrente da liberdade do agente.
3. Condições pessoais favoráveis não têm, em princípio, o condão de, isoladamente, revogar a prisão cautelar, se há nos autos elementos suficientes a demonstrar a necessidade da custódia.
4. Ilustrando os autos que o paciente, com 69 (sessenta e nove) anos de idade, encontra-se acometido de neoplasia maligna e em tratamento médico junto ao Hospital de Câncer de Barretos/SP, imperiosa a concessão da prisão domiciliar, nos termos do art. 318, II, do CPP, com autorização para tratamento médico junto ao referido hospital. ALBERTO FERREIRA DE SOUZA, SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL, Julgado em 06/02/2019, Publicado no DJE 20/02/2019)
Disponível em: https://tj-mt.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/678454622/camaras-isoladas-criminais-10150036820188110000-mt

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 3 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - HABEAS CORPUS: HC 453657 SP 2018/0137409-9

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 2 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - HABEAS CORPUS: HC 590532 RJ 2020/0148075-2

Flavio Meirelles Medeiros, Advogado
Artigoshá 2 anos

Artigo 318º CPP – Substituição da preventiva pela domiciliar.

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 4 meses

Superior Tribunal de Justiça STJ - HABEAS CORPUS: HC 717727 SP 2022/0008322-3

Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul
Jurisprudênciahá 7 meses

Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul TJ-MS - Agravo de Execução Penal: EP 0037773-13.2016.8.12.0001 MS 0037773-13.2016.8.12.0001