jusbrasil.com.br
28 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Apelação: APL 002XXXX-98.2015.8.11.0042 MT

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
há 6 anos

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL

Publicação

30/09/2016

Julgamento

21 de Setembro de 2016

Relator

PEDRO SAKAMOTO
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CRIMINALROUBO IMPRÓPRIOSENTENÇA CONDENATÓRIAIRRESIGNAÇÃO DEFENSIVA – REQUERIDA DESCLASSIFICAÇÃO DA CONDUTA IMPUTADA PARA O CRIME DE FURTO SIMPLES – NÃO ACOLHIMENTOUTILIZAÇÃO DE GRAVE AMEAÇA CONFORME DEMOSTRADO NOS AUTOSRECURSO DESPROVIDO.


Não há como desclassificar o crime de roubo impróprio para o de furto no caso em análise, pois a vítima afirmou seguramente que o réu, com a mão por dentro da camisa simulou usar uma arma após a subtração da res, o que ficou confirmado no depoimento da testemunha. Embora tenha o réu dito que não simulou o uso de uma arma de fogo, deve prevalecer, nesse contexto, os elementos seguros contidos nos autos, quanto às circunstâncias do crime.
Disponível em: https://tj-mt.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/867433974/apelacao-apl-299459820158110042-mt