jusbrasil.com.br
10 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
há 2 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

Turma Recursal Única

Publicação

Julgamento

Relator

VALDECI MORAES SIQUEIRA
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Inteiro Teor

ESTADO DE MATO GROSSO

PODER JUDICIÁRIO


TURMA RECURSAL ÚNICA


Número Único: XXXXX-29.2018.8.11.0000
Classe: MANDADO DE SEGURANÇA CÍVEL (120)
Assunto: [Dano Ambiental, Revogação/Anulação de multa ambiental]
Relator: Des (a). VALDECI MORAES SIQUEIRA


Turma Julgadora: [DES (A). VALDECI MORAES SIQUEIRA, DES (A). JORGE ALEXANDRE MARTINS FERREIRA, DES (A). VALMIR ALAERCIO DOS SANTOS]

Parte (s):
[MURILO CASTRO DE MELO - CPF: 893.322.021-68 (ADVOGADO), ANGELIM SECAGEM E BENEFICIAMENTO DE MADEIRAS LTDA - EPP - CNPJ: 18.XXXXX/0001-09 (IMPETRANTE), Juiz de Direito do Juizado Volante Ambiental da Comarca de Cuiabá/MT (IMPETRADO), JUIZ DE DIREITO DO JUIZADO VOLANTE AMBIENTAL DA COMARCA DA CAPITAL (IMPETRADO), MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO (CUSTOS LEGIS), ALESSIO NASCIMENTO SILVA GARCIA - CPF: 000.030.671-14 (TERCEIRO INTERESSADO), MPEMT - CUIABÁ - JUIZADO ESPECIAL (CUSTOS LEGIS), ALESSIO NASCIMENTO SILVA GARCIA - CPF: 000.030.671-14 (LITISCONSORTES)]

A C Ó R D Ã O
Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a TURMA RECURSAL ÚNICA do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso, sob a Presidência Des (a). VALMIR ALAERCIO DOS SANTOS, por meio da Turma Julgadora, proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE CONHECEU DO MANDADO DE SEGURANÇA E DENEGOU-LHE A ORDEM DE SEGURANÇA. O REPRESENTANTE DO MINISTÉRIO PÚBLICO, DR. AURÉLIO RENÉ ARRAIS, MANIFESTOU PELA NÃO CONCESSÃO DA SEGURANÇA.

E M E N T A

MANDADO DE SEGURANÇA - TRANSPORTE DE MADEIRA - DIVERGÊNCIA DE ESSÊNCIA E VOLUMETRIA ENTRE A CARGA TRANSPORTADA E AQUELA AUTORIZADA NA GUIA FLORESTAL - INFRAÇÃO AMBIENTAL - PERDIMENTO DO PRODUTO FLORESTAL - PEDIDO DE RESTITUIÇÃO DE PARTE DA MERCADORIA - AUSÊNCIA DE VIOLAÇÃO DE DIREITO LÍQUIDO E CERTO - SEGURANÇA DENEGADA.

1. Havendo o transporte de madeira de espécie divergente da registrada nas notas fiscais e nas guias florestais, a apreensão deve incidir sobre a totalidade do produto florestal, nos termos do art. 47, da Lei n.º 6.514 de 2008.

2. Segurança denegada.


Data da sessão: Cuiabá-MT, 12/05/2020

Disponível em: https://tj-mt.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/888877988/mandado-de-seguranca-civel-ms-10090112920188110000-mt/inteiro-teor-888878003

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Apelação: APL XXXXX-63.2010.8.11.0082 MT

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 9 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Apelação: APL XXXXX-41.2012.8.11.0096 11383/2013

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT: XXXXX-03.2020.8.11.9005 MT

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp XXXXX AL 2019/XXXXX-6

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - MANDADO DE SEGURANÇA CÍVEL: MS XXXXX-53.2017.8.11.9005 MT